Síndicos devem planejar cobrança assertiva



Artigo publicado no dia: 10/04/2018

Por: Cristiano Magri, graduado em Administração pela Faculdade Metodista Granbery e pós graduado em Finanças, Auditoria e Controladoria na Fundação Getúlio Vargas, sócio-diretor da Ativa Cobrança.

O primeiro trimestre do ano é um momento complicado para quem não possui planejamento financeiro. Nele, a inadimplência atinge seus maiores patamares devido ao comportamento consumista e irresponsável da grande maioria dos brasileiros. É nesse período que chegam as faturas do cartão de crédito com as compras de fim de ano e as viagens de férias e do carnaval. Essas despesas são, muitas vezes, feitas com dinheiro que não se tem ou que seria utilizado para outros fins, como quitação do condomínio, IPTU, IPVA, matrícula e compra do material escolar, dentre outros. 

Muitas pessoas não aproveitam as vantagens de ser um poupador quitando o IPTU à vista, com desconto de 11%, ou o IPVA, com desconto de 3%. Pode parecer pouco, mas se comparado ao rendimento da poupança 0,5% a.m. mais TR, é uma grande vantagem. Enfim, é a velha cultura que o ano só inicia após o carnaval. É nesse momento que as pessoas começam a tentar se organizar, só que o condomínio continua tendo suas obrigações financeiras e, com a inadimplência, ele apresenta dificuldades para honrar seus compromissos, tendo que recorrer a empréstimos ou atrasar suas contas, gerando mais ônus com juros do empréstimo e de mora.

A gestão da cobrança dos condomínios deve ser muito bem planejada e  rigorosa. Quanto mais tempo o condomínio deixar passar, maior a chance de não receber de forma amigável. E o pior, a inadimplência vai aumentando, impactando cada vez mais a capacidade de pagamento do condomínio. Tal cobrança pode ser realizada por uma empresa especializada, que traçará um plano de ação levando em conta a redução de custos e respeitando a legislação em vigor. 

 Deve ser levado em consideração ainda que, na cobrança de débitos, o inadimplente não será exposto ao ridículo, nem submetido a qualquer tipo de constrangimento ou ameaça.  Ademais, em hipótese alguma deve- se divulgar em quadro de avisos os nomes, apartamentos e valores dos condôminos inadimplentes.

O valor do condomínio inadimplente deve ser atualizado por uma tabela disponibilizada mensalmente no site do TJMG, (http://www.tjmg.jus.br/portal-tjmg/processos/indicadores/fator-de-atualizacao-monetaria.htm), que é baseada na variação da ORTN/OTN/BTN/TR/IPC-R/INPC, índices inflacionários mais taxa referencial, que trazem o valor passado para o valor presente, mais 1% a.m. (juros legais) e 2% de multa.

A cobrança administrativa é sempre vantajosa para ambas as partes. A esfera judicial só deve ser considerada como última hipótese, já que é morosa e onera o condomínio com custas processuais. Analisar o motivo da inadimplência também nos permite diagnosticar um plano mais assertivo de cobrança. Às vezes, é preferível fazer um acordo mais estendido extrajudicialmente do que ter uma grande demanda judicial.  Ativa Cobrança - Av. Rio Branco, 2001 Sala 1208, Edif. Century XXI  - (32) 3213-2008 ou 98848-5526   

Fonte: revista O Síndico edição 25

Histórico de artigos

15/10/2018 - Segurança em condomínio

18/09/2018 - Falando em condomínio

13/08/2018 - Falando em condomínio

13/07/2018 - Cristiano F. Magri

24/05/2018 - Falando em condomínio

09/05/2018 - Falando em condomínio

10/04/2018 - Cristiano F. Magri

27/01/2018 - Falando em condomínio...

12/11/2017 - Falando em condomínio...

24/09/2017 - Falando em condomínio...

09/07/2017 - Falando em condomínio...

07/06/2017 - Inadimplente ativo, passivo e superendividado

20/04/2017 - Falando em condomínio

24/09/2016 - Falando em condomínio...

11/07/2016 - Falando em condomínio...

25/04/2016 - Falando em condomínio com o consultor José Maria Braz Pereira

16/03/2016 - Rateio de despesas

02/03/2016 - Férias e auxílio-doença

04/02/2016 - Falando em condomínio...

02/12/2015 - Auxílio-doença

09/11/2015 - Falando em condomínio...

30/09/2015 - Renata Rocha - advogada

10/09/2015 - Falando em condomínio...

15/07/2015 - Falando em condomínio ...

26/05/2015 - Falando em condomínio...

12/03/2015 - Falando em condomínio...

19/01/2015 - Falando em condomínio...

06/11/2014 - Falando de condomínio

08/10/2014 - Os seguros condominiais e as coberturas inadequadas

15/09/2014 - Falando de condomínio

04/09/2014 - FALANDO DE CONDOMÍNIO...

08/08/2014 - Câmeras de segurança

14/07/2014 - Como prevenir roubos e assaltos em condomínios

09/06/2014 - Falando de condomínio

09/05/2014 - Rateio de despesas em condomínios mistos

15/04/2014 - As formas de remuneração do síndico

15/04/2014 - Falando de condomínio

08/02/2014 - A destituição do Síndico II

20/12/2013 - Condomínio no dia a dia

22/11/2013 - A destituição do Síndico

06/11/2013 - Condomínio no dia a dia

06/11/2013 - Condomínio no dia a dia

30/08/2013 - Condomínio no dia a dia

17/05/2013 - As responsabilidades do síndico

21/03/2013 - Inadimplência

16/11/2012 - Artigo

24/08/2012 - Capacitação e Reciclagem

20/07/2012 - Despesas

22/06/2012 - Condomínio no dia-a-dia

27/04/2012 - Conflitos pessoais nos condomínios e reflexos jurídicos

24/02/2012 - CONDOMÍNIO DIA A DIA...

14/11/2011 - CONDOMÍNIO DIA A DIA...

20/09/2011 - “Ser ou estar síndico"

15/07/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

13/05/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

21/03/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

14/01/2011 - Condomínio no dia a dia

12/11/2010 - Assembleia

08/09/2010 - Convenção

02/07/2010 - Assembleias

07/05/2010 - Síndico

26/02/2010 - Natureza

17/01/2010 - Legislação

15/01/2010 - Equilíbrio e Paz

13/11/2009 - Gerenciando Condomínios

28/04/1994 - Falando de condomínio

28/04/1994 - Falando de condomínio

00/00/0000 - Condomínio no dia a dia

00/00/0000 - Condomínio no dia a dia

 
Página Inicial | Anuncie Aqui | Notícias | Currículos | Revista O Síndico | Índices | Contato
Síndico JF © 2014 Desenvolvimento: