Gestão Condominial - O que é condomínio?



Artigo publicado no dia: 21/12/2018

Publicado por José Maria Braz Pereira - Consultor de empresas e condomínios

Conforme artigo publicado na edição anterior, vamos continuar nossa visão de que gerir um condomínio é diferente de gerir outros tipos de empresa ou instituição. A gestão, em sentido geral, trata de um direito exercido por mais de um indivíduo sobre o mesmo objeto, razão pela qual lembramos da lição do jurista Carlos Maximiliano, ao se referir à gestão condominial: “É uma relação de igualdade que se limita reciprocamente, uma situação de equilíbrio que torna possível a coexistência de direitos iguais sobre a mesma coisa, limitando em cada um o poder de gozo e disposição da mesma tanto quanto é exigido por igual direito dos outros”.

Daí, definimos que condomínio é comunhão, coparticipação, viver com, conviver, cooperar, colaborar. Tudo isso demonstra que gestão condominial deve ser gestão compartilhada, para que prédios, casas, loteamentos, casas de campo, pela definição, constituam-se em locais de paz, integração e tranquilidade. Para tanto, cabe ao gestor administrar o individualismo, que em nossa sociedade está cada vez mais arraigado nas pessoas. O síndico precisa ser um conciliador, transmitindo informações objetivas sobre problemas comuns, não bastando só a vontade de acertar e pensando que apenas caixas de sugestões e quadros de avisos resolvam o processo de comunicação no condomínio. 

Pessoas que antes viviam em casas distantes umas das outras, hoje, na sua grande maioria, vivem separadas apenas por paredes, ao que cabe lembrar da frase profetizada por Abner Muniz Telles: “Paredes que isolam unidades não são suficientes para isolar sentimentos”. Em razão disso, as informações do gestor precisam mostrar o direito envolvido, buscando orientar sempre no sentido da via do consenso, a fim de que sejam alcançadas a harmonia e a paz social, que contribuem diretamente para a qualidade de vida. Vale destacar, aqui, que o Código Civil de 1916 foi marcado pelo individualismo, ao passo que o documento de 2002 se destaca pela função social do direito.

Precisamos entender que condomínio significa propriedade em comum, copropriedade ou comunhão, ou até mesmo propriedade indivisa, regulamentada pelos artigos 623 a 646 do Código Civil de 1916, hoje regido pelos artigos 1.314 a 1.330 do Código Civil de 2002, dividindo em duas seções: o condomínio voluntário e o condomínio necessário (por meação de paredes, cercas, muros e valas). Já os autores do livro Condomínio (Freitas Bastos Editora, 2003), Thelma Araújo Esteves Fraga e Cleyson de Morais Bello, classificam condomínio em várias modalidades: legal, voluntário, tradicional, de fato e especial. Falaremos sobre cada um deles em nosso próximo artigo. 

Nos encontraremos no 9º Dia do Síndico. Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

 

Fonte: revista O Síndico edição 29


Histórico de artigos

16/09/2019 - José Maria Braz Pereira

15/08/2019 - Falando em condomínio

15/01/2019 - Falando em condomínio

21/12/2018 - Falando em condomínio

21/12/2018 - Falando em condomínio

21/11/2018 - Inadimplência

15/10/2018 - Segurança em condomínio

18/09/2018 - Falando em condomínio

13/08/2018 - Falando em condomínio

13/07/2018 - Cristiano F. Magri

24/05/2018 - Falando em condomínio

09/05/2018 - Falando em condomínio

10/04/2018 - Cristiano F. Magri

27/01/2018 - Falando em condomínio...

12/11/2017 - Falando em condomínio...

24/09/2017 - Falando em condomínio...

09/07/2017 - Falando em condomínio...

07/06/2017 - Inadimplente ativo, passivo e superendividado

20/04/2017 - Falando em condomínio

24/09/2016 - Falando em condomínio...

11/07/2016 - Falando em condomínio...

25/04/2016 - Falando em condomínio com o consultor José Maria Braz Pereira

16/03/2016 - Rateio de despesas

02/03/2016 - Férias e auxílio-doença

04/02/2016 - Falando em condomínio...

02/12/2015 - Auxílio-doença

09/11/2015 - Falando em condomínio...

30/09/2015 - Renata Rocha - advogada

10/09/2015 - Falando em condomínio...

15/07/2015 - Falando em condomínio ...

26/05/2015 - Falando em condomínio...

12/03/2015 - Falando em condomínio...

19/01/2015 - Falando em condomínio...

06/11/2014 - Falando de condomínio

08/10/2014 - Os seguros condominiais e as coberturas inadequadas

15/09/2014 - Falando de condomínio

04/09/2014 - FALANDO DE CONDOMÍNIO...

08/08/2014 - Câmeras de segurança

14/07/2014 - Como prevenir roubos e assaltos em condomínios

09/06/2014 - Falando de condomínio

09/05/2014 - Rateio de despesas em condomínios mistos

15/04/2014 - As formas de remuneração do síndico

15/04/2014 - Falando de condomínio

08/02/2014 - A destituição do Síndico II

20/12/2013 - Condomínio no dia a dia

22/11/2013 - A destituição do Síndico

06/11/2013 - Condomínio no dia a dia

06/11/2013 - Condomínio no dia a dia

30/08/2013 - Condomínio no dia a dia

17/05/2013 - As responsabilidades do síndico

21/03/2013 - Inadimplência

16/11/2012 - Artigo

24/08/2012 - Capacitação e Reciclagem

20/07/2012 - Despesas

22/06/2012 - Condomínio no dia-a-dia

27/04/2012 - Conflitos pessoais nos condomínios e reflexos jurídicos

24/02/2012 - CONDOMÍNIO DIA A DIA...

14/11/2011 - CONDOMÍNIO DIA A DIA...

20/09/2011 - “Ser ou estar síndico"

15/07/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

13/05/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

21/03/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

14/01/2011 - Condomínio no dia a dia

12/11/2010 - Assembleia

08/09/2010 - Convenção

02/07/2010 - Assembleias

07/05/2010 - Síndico

26/02/2010 - Natureza

17/01/2010 - Legislação

15/01/2010 - Equilíbrio e Paz

13/11/2009 - Gerenciando Condomínios

28/04/1994 - Falando de condomínio

28/04/1994 - Falando de condomínio

29/03/0019 - Falando em condomínio

00/00/0000 - Condomínio no dia a dia

00/00/0000 - Falando em condomínio

00/00/0000 - Condomínio no dia a dia

 
Página Inicial | Anuncie Aqui | Notícias | Currículos | Revista O Síndico | Índices | Contato
Síndico JF © 2014 Desenvolvimento: