Falando de Condomínio...



Artigo publicado no dia: 21/03/2011

Vamos desenvolver nosso modesto artigo aproveitando as trocas de experiências no 2º DIA DO SÍNDICO. Iniciamos usando uma crônica MAKTUB, de Paulo Coelho, DA HONRA. “A vida nos pede constantemente: PARTICIPE. Quem omite as barbaridades que vê, está prestando serviço à força das trevas. Há momentos em que evitamos a luta, sob os mais diversos pretextos: serenidade, maturidade, senso de ridículo. Vemos a injustiça sendo feita a nosso próximo e ficamos calados. NÃO VOU ME METER À TOA EM BRIGAS, é a explicação. Isto não existe. Quem percorre um caminho espiritual, carrega consigo um código de honra a ser cumprido. A voz que clama contra o que está errado é ouvida por Deus.”

Esta crônica de Paulo Coelho nos permite analisar a ausência dos condôminos nas assembleias de condomínios, onde existem os dispersos e desinteressados, avessos a novas propostas e ideias, esquecendo-se que condomínio precisa ser eficiente e eficaz, pois todos pagam as contas. Muitos dizem que se o síndico for bom, o condomínio vai bem. Temos uma percepção diferente: se fosse a premissa correta, teríamos condomínios oscilantes, fortes num período, fracos no outro, ao sabor do síndico. Tenho certeza de que um condomínio não é feito apenas da pessoa do Síndico, mas da totalidade de seus condôminos.

Condomínio de qualidade corresponde a condôminos de qualidade, dedicados ao interesse coletivo, fiéis aos princípios da participação e da ética. Há condôminos que pouco ou nada se importam com as assembleias e até mesmo não lêem as atas. Aparentemente, consideram a participação nas reuniões subalterna. Falta-lhes tempo, disposição e boa vontade para sair da zona do conforto, abraçar a causa e ir à luta por um condomínio melhor.

Sabemos que condomínio é um grupo social espontâneo, onde cada um escolheu o apartamento onde morar, mas não os seus vizinhos. Daí como no trabalho, “se não faço o que gosto, tenho que aprender a gostar do que faço”, razão pela qual o vizinho passa o ser parente mais próximo e certamente  precisamos aprender a conviver com as diferenças.

Os condôminos pagam suas taxas mensais ou o que é devido, mas só isto é pouco para a vida coletiva, ou seja, para a comunidade condominial. A participação de todos irá além de ideias e a “alternância” de um efeito extraordinário sobre o aspecto dinâmico, uma vez que ela visa mudanças em muito sentidos. A bem da verdade e pessoalmente, acho que a alternância teria que ser explícita nas leis e na convenção de todos os condomínios, a fim de permitir o acesso de novas lideranças.

Defendo como fórmula positiva, o uso da experiência de quem foi síndico, à determinação de quem está na função e à preparação daquele que será o futuro gestor. Contudo, as alternâncias principais se resolvem a cada período de gestão, e o objetivo é premiar o antecessor com descanso pelo trabalho feito, e renovar as motivações do sucessor. Aquele que se despede deve se lembrar com alegria de tudo que conseguiu fazer e aquele que assume, deve planejar cuidadosamente tudo que existe por fazer. Sem a alternância obrigatória, logicamente por vários motivos, entre eles o prazer e a vaidade de quem dirige, ou a omissão e o comodismo dos condôminos, o resultado pode ser a estagnação administrativa, e daí, o pior, a desmotivação de quem é condômino, advindo o desinteresse e o cansaço.

A rotatividade de gestão deve ser vista com um processo ético, onde se tem o compromisso com a verdade, com a justiça, pautando nossas ações numa linha de retidão de comportamento. A ética pessoal deve ser praticada a todo instante, caracterizando o modo de atuação para dirimir as dúvidas e conciliar os conflitos ou interesses em causa. Acreditamos que um ou dois anos de mandato seja pouco para a realização de obras no condomínio, mas a permanência indefinida é prejudicial ao mesmo. É forçoso que o condomínio se torne mais democrático e mais livre, à medida que prevaleçam os valores morais e éticos.

Continuamos aguardando as sugestões de assuntos para tratarmos em nossa coluna e nos cursos periódicos que estamos iniciando.

José Maria Braz Pereira
Consultor de Empresas e Condomínios
brazpereirajm@hotmail.com

Histórico de artigos

24/09/2017 - Falando em condomínio...

09/07/2017 - Falando em condomínio...

07/06/2017 - Inadimplente ativo, passivo e superendividado

20/04/2017 - Falando em condomínio

24/09/2016 - Falando em condomínio...

11/07/2016 - Falando em condomínio...

25/04/2016 - Falando em condomínio com o consultor José Maria Braz Pereira

16/03/2016 - Rateio de despesas

02/03/2016 - Férias e auxílio-doença

04/02/2016 - Falando em condomínio...

02/12/2015 - Auxílio-doença

09/11/2015 - Falando em condomínio...

30/09/2015 - Renata Rocha - advogada

10/09/2015 - Falando em condomínio...

15/07/2015 - Falando em condomínio ...

26/05/2015 - Falando em condomínio...

12/03/2015 - Falando em condomínio...

19/01/2015 - Falando em condomínio...

06/11/2014 - Falando de condomínio

08/10/2014 - Os seguros condominiais e as coberturas inadequadas

15/09/2014 - Falando de condomínio

04/09/2014 - FALANDO DE CONDOMÍNIO...

08/08/2014 - Câmeras de segurança

14/07/2014 - Como prevenir roubos e assaltos em condomínios

09/06/2014 - Falando de condomínio

09/05/2014 - Rateio de despesas em condomínios mistos

15/04/2014 - As formas de remuneração do síndico

15/04/2014 - Falando de condomínio

08/02/2014 - A destituição do Síndico II

20/12/2013 - Condomínio no dia a dia

22/11/2013 - A destituição do Síndico

06/11/2013 - Condomínio no dia a dia

06/11/2013 - Condomínio no dia a dia

30/08/2013 - Condomínio no dia a dia

17/05/2013 - As responsabilidades do síndico

21/03/2013 - Inadimplência

16/11/2012 - Artigo

24/08/2012 - Capacitação e Reciclagem

20/07/2012 - Despesas

22/06/2012 - Condomínio no dia-a-dia

27/04/2012 - Conflitos pessoais nos condomínios e reflexos jurídicos

24/02/2012 - CONDOMÍNIO DIA A DIA...

14/11/2011 - CONDOMÍNIO DIA A DIA...

20/09/2011 - “Ser ou estar síndico"

15/07/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

13/05/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

21/03/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

14/01/2011 - Condomínio no dia a dia

12/11/2010 - Assembleia

08/09/2010 - Convenção

02/07/2010 - Assembleias

07/05/2010 - Síndico

26/02/2010 - Natureza

17/01/2010 - Legislação

15/01/2010 - Equilíbrio e Paz

13/11/2009 - Gerenciando Condomínios

28/04/1994 - Falando de condomínio

28/04/1994 - Falando de condomínio

00/00/0000 - Condomínio no dia a dia

00/00/0000 - Condomínio no dia a dia

 
Página Inicial | Anuncie Aqui | Notícias | Currículos | Revista O Síndico | Índices | Contato
Síndico JF © 2014 Desenvolvimento: