“Ser ou estar síndico"



Artigo publicado no dia: 20/09/2011

Mais um evento aconteceu com a realização do Módulo 2 do Curso de Capacitação em Administração de Condomínios contando com a participação de síndicos e profissionais de administradoras e imobiliárias. O sucesso do encontro foi tão grande que infelizmente o espaço tornou-se pequeno, o que nos leva a buscar um novo local para o próximo. Aproveitamos para parabenizar os apresentadores Aloísio Lopes Junior e Thereza Rampinelli.

No momento, estamos preparando o 3º DIA DO SÍNDICO que acontecerá em novembro, com a proposta de torná-lo um evento mais completo e melhor do que o realizado nos anos anteriores, por temos a certeza da presença cada vez maior dos síndicos de Juiz de Fora e mesmo da região e do apoio de nossos parceiros e patrocinadores, o que nos anima e entusiasma. Quanto ao Módulo 3 do Curso de Capacitação, está sendo programado e certamente será divulgado com antecedência. 

Hoje, falaremos de um assunto diretamente ligado ao nosso jornal e aos nossos eventos, e à própria razão deles existirem: “SER OU ESTAR SÍNDICO”. Nossa primeira constatação, vista com tristeza e preocupação,  é pelo fato de como tantas pessoas sentem vergonha de serem chamadas ou até mesmo assumir o cargo de SÍNDICO (A). Quem, por acaso, tenha vergonha ou ache que ser síndico é algo “pouco representativo”, saiba que está na contramão da história, pois é um importante CARGO EXECUTIVO, visto que, quando nos encontramos no estudo de GESTÃO DE PESSOAL, usamos a visão da “ELEGÂNCIA E O MUNDO DO TRABALHO”, onde a palavra “ELEGÂNCIA”, do grego “eligere”, quer dizer “escolher”, “ser escolhido(a)”, “ser eleito(a)”. Ora, uma pessoa “ELEGANTE” é então aquela que pelo seu comportamento adequado à realidade, por ser polida, respeitosa, amigável, será sempre uma pessoa “escolhida” dentre as demais. Ninguém escolherá uma pessoa rude, grosseira, grotesca, tosca, mal educada. Por isso, as pessoas elegantes são as escolhidas. Daí concluímos que o Síndico é escolhido. A elegância é necessária porque todos nós que residimos em prédios, gostamos de um ambiente “elegante” porque isto dignifica a vida, pois ser elegante é ser civilizado. E a falta de civilidade traz prejuízos e atrai ambiente ruim. Daí o primeiro passo para ser síndico é que pessoas elegantes são pessoas simples, humildes, especiais e, por isso, são eleitas entre as outras. O síndico deve ser simplesmente elegante, sem esquecer que para “SER SÍNDICO” é necessário entender que o conjunto dos condôminos forma a comunidade condominial e que esta possui, como as pessoas, necessidades e desejos, e, que entre eles se cumpra a Convenção, Normas e Leis, que se tenha uma administração transparente, conserve-se o condomínio, realize-se apenas obras necessárias e mantenha-se o valor da taxa mensal num patamar aceitável. Ser síndico é saber liderar, estabelecer objetivos permitindo a troca de informações entre a administração, condôminos e moradores, sabendo utilizar as Assembléias. Não se esquecer do controle financeiro, provisão de caixa, mensalmente utilizar dos balancetes, que auxiliam na transparência da administração e no controle dos gastos. Ser síndico é não se esquecer de sua real responsabilidade. As atividades de síndico não podem ser encaradas com temor, mas deve-se ter consciência da sua amplitude. As funções de um síndico envolvem muitas áreas, proporcionando uma oportunidade maravilhosa para ampliar seus conhecimentos e aprimorar a capacidade do relacionamento pessoal. Ser síndico é planejar e controlar. O planejamento envolve a seleção de objetivos e diretrizes. É também o conjunto de instruções, programas e procedimentos para se atingirem as metas predeterminadas. E o controle faz com que os fatos se amoldem aos objetivos. Assim, mede-se o desempenho, corrigem-se os desvios negativos e assegura-se a consecução dos objetivos. Ser síndico é ser proativo.

ESTAR SÍNDICO é ser reativo, administrar apagando incêndio, reagindo a acontecimentos, administrar por espasmos, não acompanhar os balancetes, aceitar passivamente a omissão de condôminos e moradores, principalmente nas assembléias, não buscar conhecimentos que possibilitem facilitar a sua gestão à frente do condomínio, como por exemplo: técnicas administrativas que incluam a organização, o planejamento e o controle do seu condomínio. O assunto de hoje representa as observações e experiências adquiridas através de trabalhos e contatos realizados em condomínios. E tornou a razão maior de nossa parceria com o jornal “O SÍNDICO’ e a conseqüente realização do CURSO DE CAPACITAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIOS e a escrever estes modestos artigos procurando fornecer aos participantes e leitores dados sobre os principais assuntos que envolvem um condomínio. Através de novos conhecimentos é possível aos síndicos, subsíndicos e conselheiros conduzirem as suas gestões com mais eficiência, tranqüilidade e segurança. Quanto ao curso em módulos aos sábados alternados é para que todos possam participar sem um esforço maior.

De forma rápida vimos a diferença entre SER SÍNDICO e ESTAR SÍNDICO. O gestor de condomínios precisa saber que suas ações estão ligadas ao trabalho de grupo que é ao mesmo tempo simples e complicado. Há muitas teorias de trabalho em grupo, da mais democrática à mais autoritária, contudo, de qualquer uma delas podemos aproveitar conteúdos ou adaptá-los à nossa própria proposta. É preciso entender que, em condomínio, o grupo deve ser visto como objetivo ou destinatário da ação. E para isso em comunidade condominial devemos definir como o “grupo” um conjunto de sujeitos que interagem movidos por um fim comum a todos. Cada grupo formula exigências diferentes, cada indivíduo resiste de um modo diferente às pressões coletivas, assim como cada indivíduo influencia o grupo a que pertence. Esta visão de que o grande trabalho do síndico é desenvolver ações grupais será trabalhado num dos próximos módulos ou evento que iremos juntos realizar. Até o próximo.

José Maria Braz Pereira

Consultor de Empresas

E-mail: brazpereirajm@hotmail.com

Histórico de artigos

12/11/2017 - Falando em condomínio...

24/09/2017 - Falando em condomínio...

09/07/2017 - Falando em condomínio...

07/06/2017 - Inadimplente ativo, passivo e superendividado

20/04/2017 - Falando em condomínio

24/09/2016 - Falando em condomínio...

11/07/2016 - Falando em condomínio...

25/04/2016 - Falando em condomínio com o consultor José Maria Braz Pereira

16/03/2016 - Rateio de despesas

02/03/2016 - Férias e auxílio-doença

04/02/2016 - Falando em condomínio...

02/12/2015 - Auxílio-doença

09/11/2015 - Falando em condomínio...

30/09/2015 - Renata Rocha - advogada

10/09/2015 - Falando em condomínio...

15/07/2015 - Falando em condomínio ...

26/05/2015 - Falando em condomínio...

12/03/2015 - Falando em condomínio...

19/01/2015 - Falando em condomínio...

06/11/2014 - Falando de condomínio

08/10/2014 - Os seguros condominiais e as coberturas inadequadas

15/09/2014 - Falando de condomínio

04/09/2014 - FALANDO DE CONDOMÍNIO...

08/08/2014 - Câmeras de segurança

14/07/2014 - Como prevenir roubos e assaltos em condomínios

09/06/2014 - Falando de condomínio

09/05/2014 - Rateio de despesas em condomínios mistos

15/04/2014 - As formas de remuneração do síndico

15/04/2014 - Falando de condomínio

08/02/2014 - A destituição do Síndico II

20/12/2013 - Condomínio no dia a dia

22/11/2013 - A destituição do Síndico

06/11/2013 - Condomínio no dia a dia

06/11/2013 - Condomínio no dia a dia

30/08/2013 - Condomínio no dia a dia

17/05/2013 - As responsabilidades do síndico

21/03/2013 - Inadimplência

16/11/2012 - Artigo

24/08/2012 - Capacitação e Reciclagem

20/07/2012 - Despesas

22/06/2012 - Condomínio no dia-a-dia

27/04/2012 - Conflitos pessoais nos condomínios e reflexos jurídicos

24/02/2012 - CONDOMÍNIO DIA A DIA...

14/11/2011 - CONDOMÍNIO DIA A DIA...

20/09/2011 - “Ser ou estar síndico"

15/07/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

13/05/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

21/03/2011 - José Maria Braz Pereira, consultor de condomínios

14/01/2011 - Condomínio no dia a dia

12/11/2010 - Assembleia

08/09/2010 - Convenção

02/07/2010 - Assembleias

07/05/2010 - Síndico

26/02/2010 - Natureza

17/01/2010 - Legislação

15/01/2010 - Equilíbrio e Paz

13/11/2009 - Gerenciando Condomínios

28/04/1994 - Falando de condomínio

28/04/1994 - Falando de condomínio

00/00/0000 - Condomínio no dia a dia

00/00/0000 - Condomínio no dia a dia

 
Página Inicial | Anuncie Aqui | Notícias | Currículos | Revista O Síndico | Índices | Contato
Síndico JF © 2014 Desenvolvimento: