A dedetização do condomínio deve ser realizada a cada seis meses



Entrevista publicada no dia: 21/03/2013

Insetos, pombos, roedores e aracnídeos não são, em linhas gerais, seres “bem-vindos” em habitações humanas. Quer simplesmente pelo asco que geram em nós, quer pelo risco iminente de doenças que trazem consigo, a necessidade de eliminá-los de ambientes residenciais e comerciais se torna algo de primeira ordem para a grande maioria dos locais, e os condomínios não são exceções a esta regra. Frente à importância de se livrar de vez destas pragas, conversamos com Cleiton Rocha, diretor da Alternativa Verde Dedetização, que nos esclarece as questões mais relevantes sobre o tema.

O Síndico: Qual a importância de dedetizar o condomínio? Quais são as pragas mais comuns em nossa cidade?

Cleiton Rocha: A importância de dedetizar o condomínio se dá principalmente para assegurar a saúde dos moradores, já que os insetos e roedores, por transitarem e procriarem muitas vezes nas redes de esgoto, podem vir a ter acesso aos condomínios através das tubulações e com isso trazer danos a saúde dos que ali vivem. As pragas mais comuns em Juiz de Fora são os roedores, pombos, insetos, baratas e escorpiões.

 

O Síndico: Qual é a validade de uma dedetização? Há nela algum aspecto que seja nocivo também aos seres humanos?

Cleiton Rocha:  Em condomínios, a dedetização deve ser feita a cada seis meses, período no qual garantimos que o ambiente ficará livre das pragas. No procedimento, utilizamos produtos de última geração de baixa toxicidade, levando segurança para nossos clientes e colaboradores.

O Síndico: Que doenças estas pragas podem trazer ao homem? No calor, há necessidade de um combate mais expressivo?

Cleiton Rocha:  Cada uma destas pragas pode gerar uma doença específica, e daí vem a importância de combatê-las. Temos como exemplo de doenças provenientes dos pombos, a salmonelose e ainda o transporte de inúmeros ectoparasitas; dos escorpiões, os danos à saúde humana devido a sua peçonha; dos roedores, dentre várias, a leptospirose; das baratas e dos insetos (principalmente moscas), a contaminação de alimentos e doenças respiratórias. Em relação ao calor, a questão é que sob altas temperaturas, insetos, baratas e roedores ganham novos hábitos, proliferando-se mais rapidamente, gerando um maior número de cada espécie em um curto período de tempo, o que demanda um combate mais eficiente.

O Síndico: Que produtos têm maior eficácia na erradicação das pragas? Há novidades no mercado neste sentido?

Cleiton Rocha: Nossa empresa utiliza produtos de última tecnologia disponíveis no mercado: cada praga-alvo tem um produto correto a ser utilizado em seu combate. Destacamos entre eles os pulverizadores repelentes à base de plantas, que não agridem o ser humano nem o meio ambiente; além das armadilhas adesivas para roedores e baratas e as armadilhas luminosas para insetos voadores, que não fazem barulho nem exalam cheiro ou fumaça.

 Dadas as dicas pelo especialista, avalie as necessidades de seu condomínio e não deixe de proteger a todos destas pragas que podem acabar com o sossego e a saúde de quem nele vive. E nunca é demais lembrar: escolha com critério a empresa que cuidará da dedetização para ter a garantia de um serviço eficiente e seguro!

Fonte: Redação jornal O Síndico

Histórico de entrevistas

12/11/2017 - Reforma trabalhista

24/09/2017 - Ronaldo Tomaz - Alphaville

09/07/2017 - Entrada somente com autorização

07/06/2017 - Convenção Coletiva dos Trabalhadores em Condomínio 2017

20/04/2017 - Seguro para condomínios é obrigatório

11/07/2016 - Pedro Gatás Bara

13/05/2016 - Com o advogado Cristiano Alexandre Lopes

04/02/2016 - Como combater a inadimplência

09/11/2015 - Entrevista especial - 7º Dia do Síndico

10/09/2015 - Fornecimento de água

15/07/2015 - Delegado revela ação de ladras

27/05/2015 - Porteiros que amam a profissão

16/03/2015 - Convenção coletiva de 2016 e reajuste de salários

12/03/2015 - Economia de energia

19/01/2015 - Condomínio do Edifício Santa Cruz Shopping

06/11/2014 - Vivendo no campo, mas perto da cidade

16/09/2014 - Condomínios empresariais

14/07/2014 - Conscientização é a principal arma contra inadimplência

15/04/2014 - Síndico Edson Curiel Rosa: Advogado

15/04/2014 - Entrevista: Eduardo Lucas, engenheiro civil

06/11/2013 - Gustavo Magalhães, analista técnico e gestor do SEBRAE

30/08/2013 - Célula Gestão de Documentos

08/08/2013 - Telefonia, internet e TV por assinatura

25/04/2013 - Seguro Condominial

21/03/2013 - Dedetização em condomínios

16/11/2012 - Entrevista

26/08/2012 - Sindicato dos Empregados em Edifícios

22/06/2012 - Prevenção

27/04/2012 - Reparos e pintura de fachada

24/02/2012 - VISTORIA PREVENTIVA

14/11/2011 - Juiz de Fora recebe o 3º Dia do Síndico

20/09/2011 - Anselmo Fernandes da Silva - Diretor Geral do Demlurb

15/07/2011 - Thereza Rampinelli, advogada e especialista em Direito Imobiliário

13/05/2011 - Aloísio Lopes Junior, professor do Curso Técnico de Transações Imobiliárias

21/03/2011 - Sgto. Waldeci Silva, analista de projetos

14/01/2011 - CLT

12/11/2010 - Tribunal Arbitral

12/11/2010 - Tribunal Arbitral

08/09/2010 - Nova Lei do Inquilinato

02/07/2010 - Água é vida

07/05/2010 - Gripe A

11/03/2010 - Obras

15/01/2010 - Síndico x administradora

13/11/2009 - Piso limpo e conservado

 
Página Inicial | Anuncie Aqui | Notícias | Currículos | Revista O Síndico | Índices | Contato
Síndico JF © 2014 Desenvolvimento: