Conheça o dia a dia de um Síndico Profissional



Entrevista publicada no dia: 11/07/2016

Os Síndicos voluntários, moradores do condomínio, estão ficando raros. Infelizmente, a vida cada vez mais cheia de compromissos nos faz querer abdicar de mais essa obrigação - e responsabilidade - ao invés de abraçá-la: mesmo com vontade de ajudar, o tempo escasso e os compromissos com o trabalho e com a família acabam por impedir muitos de nós de estarmos disponíveis para a função. Mas como ficam os condomínios nessa nova realidade? Quem pode suprir essa demanda tão importante nos edifícios e associações? Os Síndicos profissionais, claro! Na função desde 2011, Pedro Bara conversou conosco sobre esta que virou sua nova profissão, relatando os ônus e bônus do seu dia a dia.
 
O Síndico: Há quanto tempo atua como Síndico profissional e qual a sua formação?
Pedro Bara: Profissionalmente desde 2011. Sou formado técnico em eletromecânica, cursei três anos de engenharia elétrica, mas mudei para administração, me formei e fiz um MBA em administração e finanças.
 
O que o levou a esta carreira?
Na maioria dos casos, e o meu não é exceção, começamos amadores no condomínio em que moramos e, ao desenvolvermos um bom trabalho, surgem convites para assumir outros condomínios. Por eu ter formação na área de administração e me considerar uma pessoa organizada, foi bem tranquilo entrar nesse segmento como profissional.
 
Atualmente você trabalha para quantos condomínios?
Em 2011, resolvi começar a atuar como pessoa jurídica. Fiz uma alteração na minha empresa, incluindo esta atividade. Trabalho como prestador de serviço com emissão de Nota Fiscal e sem qualquer encargo a mais para o condomínio. Desta forma, trabalho com 11 condomínios.
 
Como era sua estrutura inicial e como ela é atualmente?
No início atuava sozinho, à medida que fui assumindo mais condomínios contratei um funcionário e agora estou estudando a possibilidade de contratar mais um. Além disto, tenho um bom conhecimento de vários profissionais e empresas que atuam no mercado de forma idônea e com bom custo. Hoje também disponibilizo um número de celular e e-mail somente para atender aos condomínios.
 
Qual é sua relação com as administradoras de condomínios?
As administradoras são fundamentais na vida de um condomínio, pois dão suporte ao Síndico e aos conselheiros tanto na parte jurídica quanto na burocrática. Hoje tenho condomínios em cinco administradoras diferentes e a relação com todas é a melhor possível.
 
Como você se organiza para atender aos diversos condomínios?
Nos meus contratos, me comprometo a fazer duas ou três visitas semanais ao condomínio através de rotas flexíveis e ainda, na necessidade de uma atenção maior, vou ao condomínio quantas vezes forem necessárias.
 
Como é a remuneração? Está satisfeito?
Ela varia de acordo com as características de cada condomínio, como o número de unidades, tipo de portaria, se tem elevadores, se tem área de lazer etc. Respeitando-se essas variáveis, consegue-se uma remuneração adequada e dentro das possibilidades do condomínio.
 
Quais foram os maiores desafios que enfrentou?
Certamente os maiores desafios surgem ao lidar com as pessoas, pois a diversidade é enorme, o que às vezes gera conflito. Para lidar com isso, temos que ter muita paciência e bom senso, mas sem deixar de se fazer cumprir a convenção e regulamento de cada condomínio.
 
O que o condomínio deve avaliar antes de contratar um Síndico profissional?
A contratação de qualquer profissional requer critério: é de suma importância conhecer onde atua ou já atuou, como foi desenvolvido o seu trabalho, procurar se informar sobre as características do profissional, como honestidade, objetividade, conhecimento da profissão etc. 

O que mais gosta e o que menos gosta neste trabalho?
Como qualquer profissional que faz o que gosta, é gratificante encontrarmos certas situações e conseguirmos boas soluções para o condomínio, como economia ou eliminação de conflitos. O que às vezes nos frustra é, apesar de esforços, não conseguirmos soluções dentro de uma boa conversa, acabando por vezes recorrendo às vias judiciais.
 
Na sua opinião, quais as vantagens e desvantagens de um condomínio ser gerido por um Síndico profissional?
Para o condomínio, existe a vantagem de estar sendo administrado por um profissional da área: este normalmente já conhece bons prestadores de serviços nos quesitos que o condomínio necessita, evitando que o prédio tenha um profissional ruim reparando suas instalações, gerando gasto desnecessário e, às vezes, depredando o patrimônio. Não vejo desvantagem, vejo um jeito diferente de lidar com a situação de ter alguém de fora da comunidade para gerenciar as coisas do condomínio. Isto requer um estreito canal de comunicação, que se contar com a cooperação dos moradores e um Síndico atuante, pode funcionar até melhor do que ter um morador Síndico. 
 
Quais são as características e habilidades requeridas para o exercício da função?
Como já citei, além do conhecimento técnico, o bom profissional deve ter ainda paciência, boa capacidade de ouvir, saber conversar com educação, sem fugir das obrigações do cargo e das normas que regem a vida num condomínio, além de ter como visão constante a melhor relação custo/benefício para o condomínio.

Como você avalia o mercado local e regional? Acha que está crescendo?
Existe uma tendência ao Síndico profissional, pois na vida moderna sobra pouco tempo para o lazer e a família, então poucas pessoas se habilitam a assumir mais essa responsabilidade no seu dia a dia.
 
Qual conselho você daria a novos interessados na profissão?
Primeiro, se informar bastante sobre as obrigações, responsabilidades e deveres do Síndico, que não são poucos. Deve-se também conhecer bem a legislação pertinente aos condomínios, além de procurar conhecer o mínimo das várias áreas inerentes ao cargo.

Qual a importância da qualificação para o segmento?
Acho primordial, pois o Síndico lida com uma grande diversidade de situações e profissionais, o que requer um conhecimento mínimo das diversas áreas, além de uma experiência para lidar com esses profissionais e não correr o risco de conduzir mal a solução de algum problema.
 
Fonte: revista O Síndico Edição 15
Histórico de entrevistas

12/11/2017 - Reforma trabalhista

24/09/2017 - Ronaldo Tomaz - Alphaville

09/07/2017 - Entrada somente com autorização

07/06/2017 - Convenção Coletiva dos Trabalhadores em Condomínio 2017

20/04/2017 - Seguro para condomínios é obrigatório

11/07/2016 - Pedro Gatás Bara

13/05/2016 - Com o advogado Cristiano Alexandre Lopes

04/02/2016 - Como combater a inadimplência

09/11/2015 - Entrevista especial - 7º Dia do Síndico

10/09/2015 - Fornecimento de água

15/07/2015 - Delegado revela ação de ladras

27/05/2015 - Porteiros que amam a profissão

16/03/2015 - Convenção coletiva de 2016 e reajuste de salários

12/03/2015 - Economia de energia

19/01/2015 - Condomínio do Edifício Santa Cruz Shopping

06/11/2014 - Vivendo no campo, mas perto da cidade

16/09/2014 - Condomínios empresariais

14/07/2014 - Conscientização é a principal arma contra inadimplência

15/04/2014 - Síndico Edson Curiel Rosa: Advogado

15/04/2014 - Entrevista: Eduardo Lucas, engenheiro civil

06/11/2013 - Gustavo Magalhães, analista técnico e gestor do SEBRAE

30/08/2013 - Célula Gestão de Documentos

08/08/2013 - Telefonia, internet e TV por assinatura

25/04/2013 - Seguro Condominial

21/03/2013 - Dedetização em condomínios

16/11/2012 - Entrevista

26/08/2012 - Sindicato dos Empregados em Edifícios

22/06/2012 - Prevenção

27/04/2012 - Reparos e pintura de fachada

24/02/2012 - VISTORIA PREVENTIVA

14/11/2011 - Juiz de Fora recebe o 3º Dia do Síndico

20/09/2011 - Anselmo Fernandes da Silva - Diretor Geral do Demlurb

15/07/2011 - Thereza Rampinelli, advogada e especialista em Direito Imobiliário

13/05/2011 - Aloísio Lopes Junior, professor do Curso Técnico de Transações Imobiliárias

21/03/2011 - Sgto. Waldeci Silva, analista de projetos

14/01/2011 - CLT

12/11/2010 - Tribunal Arbitral

12/11/2010 - Tribunal Arbitral

08/09/2010 - Nova Lei do Inquilinato

02/07/2010 - Água é vida

07/05/2010 - Gripe A

11/03/2010 - Obras

15/01/2010 - Síndico x administradora

13/11/2009 - Piso limpo e conservado

 
Página Inicial | Anuncie Aqui | Notícias | Currículos | Revista O Síndico | Índices | Contato
Síndico JF © 2014 Desenvolvimento: