Passo a passo para contratar um síndico profissional

13 jan | 3 minutos de leitura
Para contar com um gerenciamento especializado que contemple as áreas financeira, de recursos humanos e administração em geral, contratar um síndico profissional é uma ótima alternativa

Contratar um síndico profissional para condomínio está sendo uma decisão cada vez mais frequente entre moradores e administração. O objetivo é ter mais qualidade e imparcialidade na gestão condominial. Para contar com um gerenciamento especializado que contemple as áreas financeira, de recursos humanos e administração em geral, contratar um síndico profissional é uma ótima alternativa.

Diferentemente do síndico morador, que às vezes, dedica-se ao condomínio em suas horas vagas, o síndico profissional fica disponível em tempo integral. Além disso, o segundo pode estar mais capacitado para atender as demandas e necessidades dos moradores.

O ponto comum entre os dois é o compromisso e dever de realizar uma gestão transparente e ética, mantendo todos os condôminos informados da situação financeira do empreendimento. Bem como sobre os demais temas que envolvem a vida em comunidade.

Ao  contratar um síndico profissional, o condomínio pode cobrar também um planejamento detalhado das prioridades, investimentos e ações de melhorias, além do acompanhamento das metas relacionadas às manutenções preventivas, taxa de inadimplência, pagamento de contas, etc.

Moradores devem exigir recrutamento eficaz antes de contratar um síndico profissional

A possibilidade de terceirizar a função do síndico em seu condomínio deve ser priorizada quando há falta de tempo, de conhecimento e até mesmo de interesse dos moradores em ocupar a vaga. Há diversas vantagens obtidas ao contratar um síndico profissional.

Mas antes de uma pessoa terceirizada, há alguns passos fundamentais. Para contratar o profissional correto e que corresponda às expectativas dos moradores, alguns cuidados devem ser tomados. Veja, então, como contratar um síndico profissional:

Convocação da assembleia de moradores

Somente a assembleia de moradores pode deliberar por meio de votação a decisão de contratar um síndico profissional. E, posteriormente, escolher entre os candidatos qual o com perfil mais adequado para ser o prestador de serviços.

Cabe, ainda, à assembleia definir a validade do contrato de trabalho, o horário a ser cumprido, as atribuições e a remuneração do profissional.

Administradora de condomínio

Ao resolver por contratar um síndico profissional, busque o respaldo da administradora do condomínio para ajudar no processo de recrutamento do novo prestador de serviço.

Perfil pessoal e profissional do síndico 

Busque recrutar um profissional que tenha características de liderança e organização, que saiba ouvir os moradores, negociar e se comunicar com fluência, transparência e periodicidade definida.

Além dessas características básicas, observe a formação do candidato. O ideal é que ele tenha conhecimentos nas áreas de administração de empresas, contabilidade, direito e recursos humanos. Cursos de capacitação para síndicos realizados por entidades de classe também podem ser um diferencial importante.

Procure obter recomendações

Ter um prestador de serviço em que se possa confiar e entregar a ele a responsabilidade de gestão de um condomínio requer algumas precauções. Por isso, procure se informar com outros clientes sobre a atuação dos candidatos nos locais onde passaram.

Converse sobre o relacionamento dele com os moradores e a administração do prédio, a sua capacidade de gestão e conhecimentos técnicos.

Evite riscos

Só contrate síndicos com qualificação, habilidade econômica e administrativa e, principalmente, idoneidade. Isso evita riscos para a saúde financeira do condomínio.

Documentos necessários para firmar contrato

Para que o condomínio possa contratar um síndico profissional, o candidato precisa assinar contrato apresentando os seguintes documentos: certidões atualizadas do INSS, Receita Federal, Previdência Privada, prefeitura e cartórios de protesto.

Verifique também a situação financeira da empresa do futuro profissional, já que se trata de um prestador de serviços.

Posse do cargo

Para tomar posse do cargo, o síndico profissional deve ser eleito, como qualquer síndico, por meio de assembleia. Nessa oportunidade, é importante alinhar com o prestador de serviço as expectativas dos moradores e a necessidade de um constante diálogo entre as partes.

Assinatura do contrato

No contrato de prestação de serviços do síndico profissional deve constar com absoluta clareza as condições de sua atuação no condomínio, funções, remuneração e o período de vigência do contrato.

Além disso, devem estar expressos outros itens que forneçam segurança jurídica às partes que estão assinando o documento.

FONTE: Tudo Condo


Prédios inteligentes: tendência dos lançamentos para 202229, janeiro 2022

Prédios inteligentes: tendência dos lançamentos para 2022

Prédios mais inteligentes, parcerias com empresas para serviços especializados nos condomínios e uso de soluções sustentáveis são aspectos que cada vez mais […]

Leia mais
O fundo de reserva nos condomínios: entenda como ele funciona28, janeiro 2022

O fundo de reserva nos condomínios: entenda como ele funciona

O fundo de reserva é a mais famosa e tradicional forma de arrecadação extra. Normalmente, consta na convenção o percentual da taxa condominial que deve ser destinado ao fundo. Em […]

Leia mais
Decisão judicial reitera a obrigatoriedade de registro no CRA-SP para administradoras de condomínios27, janeiro 2022

Decisão judicial reitera a obrigatoriedade de registro no CRA-SP para administradoras de condomínios

Uma recente decisão judicial, proferida pela Terceira Turma do TRF-3, foi favorável às ações que a fiscalização do Conselho Regional de Administração […]

Leia mais