Evolução da segurança nos condomínios

06 out | 2 minutos de leitura

ESCRITO POR: José Elias de Godoy
Tenente-coronel da PMESP, especialista em segurança na área condominial e autor de livros sobre o tema


Ao Estado foi-lhe dada a missão de manter a ordem e a segurança pública, mas devido a situações adversas que independem da atuação exclusiva dos governantes, tornou-se praticamente impossível realizar uma Proteção efetiva de toda população, fato este que faz com que cada cidadão busque sua autodefesa.

Os diversos estilos de condomínios, nos últimos 25 anos, têm-se proliferado bastante devido ao excessivo aumento demográfico das metrópoles, causando a escassez de espaço, porém, os principais motivos para que as pessoas optem por residir nestes conjuntos residenciais estão relacionados ao conforto, tranquilidade e segurança, sendo esta última a causa mais citada pelos condôminos, tendo-se em vista os altos índices de crimes havidos contra o a vida, integridade física e o patrimônio.

Para tanto, observamos uma grande evolução na segurança condominial e que funciona de forma integrada e moderna, sendo composto por três componentes principais, conforme segue:

  • EVOLUÇÃO DOS MEIOS FÍSICOS E TECNOLÓGICOS: grande progresso na proteção física das instalações através de Barreiras Físicas (muros, cercas, concertinas, alambrados, ofendículos, cancelas, portarias, portões duplos, guaritas blindadas, portas de segurança etc…) além dos equipamentos de segurança instalados tais como os Sistemas Eletrônicos (alarmes, Circuito Fechado de TV digitais, sistemas de monitoramento, controles de acesso informatizados e digitalizados, biometria digital, reconhecimento facial, aplicativos em celulares, sensores, radares, cercas eletrificadas, drones e portarias virtuais remotas etc…);
  • EVOLUÇÃO DOS MEIOS ORGANIZACIONAIS: desenvolvimento nos Planos de Segurança, Normas e Procedimentos que servem para orientar todas pessoas que executam e convivem no condomínio assim como as Medidas de Emergência (planos de contingência para situações de furtos, roubos, incêndios, falta de luz, inundações etc…);
  • EVOLUÇÃO DOS MEIOS HUMANOS: melhora no relacionamento e qualificação das pessoas que, direta ou indiretamente, estão ligadas às atividades de Segurança do Condomínio, estando aí envolvidos os síndicos, moradores, funcionários e administradores, abrangendo desde o recrutamento, seleção, treinamento de colaboradores como também a conscientização de condôminos.
    Não podemos nos esquecer de citar a importância dos órgãos de Segurança Pública que devem, também, estar aliados ao Sistema Integrado de Segurança – SIS para que, nesta união, se possa chegar a um nível de Proteção satisfatório para os condomínios.
    Quando se fala em racionalizar os meios existentes, deve-se atentar para que haja perfeito entrosamento no binômio homem-equipamento: num sistema adequado de segurança, onde um complementa o outro e cada qual não pode subsistir isoladamente.
    Só com essa integração é que teremos maior grau de Eficiência, Efetividade e Eficácia na segurança além de um melhor convívio e benefício na Proteção dos Condomínios.


Auditoria preventiva: o que é isso?14, fevereiro 2024

Auditoria preventiva: o que é isso?

ESCRITO POR: Sergio Paulo da Silva Sócio da Indep Auditores Independentes, perito contábil, auditor contábil CNAI e membro da Comissão de Contabilidade Condominial […]

Leia mais
Telhados verdes e jardins sobre lajes15, janeiro 2024

Telhados verdes e jardins sobre lajes

ESCRITO POR: André Cenak Administrador de empresas e especialista em jardins verticais e horizontais, telhados verdes, hortas e projetos de paisagismo, CEO Jardim […]

Leia mais
A participação na Assembleia de Prestação de Contas5, janeiro 2024

A participação na Assembleia de Prestação de Contas

ESCRITO POR: Sergio Paulo da Silva Sócio da Indep Auditores Independentes, perito contábil, auditor contábil CNAI e membro da Comissão de Contabilidade Condominial […]

Leia mais