O morador do 401 e seus causos

01 jun | 4 minutos de leitura

ESCRITO POR: Odirley Rocha
Especialista em inovação e futuro condominial, formado em Eletrotécnica e Eletrônica, diretor de relacionamento do Porter Group


Quem me segue nas redes sociais, ou já assistiu a alguma das minhas palestras, com certeza já ouviu as histórias do morador do 401. Ele é aquele vizinho que gosta de agitar, ser diferente e que ama, principalmente, fazer coisas que tiram o síndico e o conselho do sério. O morador do 401 é um personagem fictício, baseado em pessoas e histórias reais, que conheci durante várias das minhas viagens pelo país.

Nestas ocasiões, acabei descobrindo tantos causos, que resolvi compilá-los e contar alguns deles neste artigo. Acompanhe a leitura e vamos ver se você já passou por alguma dessas situações inusitadas. Afinal, todo condomínio tem um desses!

Condomínio Pet Friendly

Certo dia o morador do 401 chegou com um cavalo no condomínio. Sim, isso mesmo, você não leu errado.

Tente imaginar: um morador chega puxando um cavalo, entra pelo portão veicular e o “estaciona” na sua vaga de garagem. Quando o síndico ligou para ele, questionando como ele poderia ter entrado com um cavalo no condomínio, ele retrucou, dizendo que aquele seria o seu Pet.

E ele foi além: afirmou que todos têm direito a ter Pets e, como no regimento do condomínio não falava nada sobre não poder ter um cavalo, aquele seria oficialmente seu novo Pet.

A melhor parte é que ele tentou acalmar o coração do síndico, explicando que ele poderia ficar tranquilo, pois o bichinho não latiria e ficaria bem quietinho.

Padaria e confeitaria à domicílio

Já era o mês de junho, quando a síndica percebeu que, no mês de maio, houve um aumento significativo na conta de gás do condomínio. Certo dia, a síndica estava no jardim, quando a moradora do 401 se aproximou e comentou que estava estranhando a quantidade de pessoas que entravam e saíam do apartamento 401. A síndica informou que averiguaria a situação.

Ela, então, solicitou para a Base de Atendimento de Portaria Remota o relatório de acessos do apartamento nos últimos 90 dias, incluindo os convites via QR Code e Facial. Ela tomou um susto com a quantidade, mas ainda não havia conseguido entender o motivo.

Para sanar as dúvidas, ela foi até o apartamento 401 e bateu na porta. Quando ela abriu, a síndica conseguiu entender tudo: na sala do apartamento haviam 4 fornos industriais para produção de pães e bolos, que utilizavam taxas absurdas de gás para funcionar.

Se ninguém usa, é meu!

No Condomínio X existem apenas 2 apartamentos por andar. Ao sair do elevador, um fica no lado direito e o outro, no lado esquerdo.

O apartamento 401 ficava ao lado direito, e seu morador achou que seria de bom grado fazer uma porta bem no início do corredor para que seus visitantes entrassem no seu próprio hall de entrada, que dava acesso ao seu apartamento.

Pasmem, ele fez isso em apenas um dia, usando drywall. Quando o síndico foi informado e foi verificar, já estava tudo pronto. A justificativa do morador foi que, como ninguém usava aqueles 6m² fora ele e sua família, faria sentido fechar.

 

Viva a democracia!

Certo dia uma assembleia acontecia normalmente, até que, de repente, o morador do 401 levantou a mão e solicitou alguns minutos para falar sobre um assunto que o vinha incomodando pessoalmente.

O problema era que, naquele momento, todos debatiam sobre um outro tema, que nada tinha a ver com o ponto que o morador queria levantar. O presidente da assembleia, então, cortou sua fala e explicou que ele deveria esperar o momento dos assuntos gerais.

A assembleia seguiu, mas o morador do 401 se retirou de imediato do espaço onde ela acontecia.

Após alguns minutos ele volta, mas não sem antes ter ido até seu apartamento buscar um facão afiado o bastante para lhe garantir espaço de fala.

Quando ele retorna ao salão de festa onde acontecia a assembleia, o indivíduo bate com a lâmina do facão no chão e grita:

– Ou eu falo agora ou a assembleia abaca!

 Tem algo (muito) errado no apartamento 401

Certa vez os moradores do 4º andar começaram a sentir um cheiro insuportável saindo do apartamento 401. Ninguém ali tinha o contato do morador, mas perceberam que ele já não aparecia no prédio havia uns 10 dias.

O síndico, junto com outros moradores, tentou encontrar alguma forma de  contatá-lo, mas como não tiveram sucesso, começaram a esperar o pior. Preocupados e já sem esperanças, eles então tomaram a decisão de arrombar a porta do apartamento para conferir se estava tudo bem com o morador.

Quando entraram no apartamento, a surpresa: o cheiro insuportável vinha da geladeira, onde todos os produtos já estavam estragados.

Na verdade, o morador do 401 estava de férias na Europa e foi sem avisar ninguém do condomínio. Quando ele saiu, pensou que seria uma boa ideia desligar todos os disjuntores do apartamento, já que não estaria ali pelas próximas 2 semanas. Essa história poderia ter terminado muito pior.

Você já passou por alguma situação assim?

Eu poderia ficar escrevendo várias páginas sobre os causos que já ouvi, mas isso terminaria em um livro, e não em um artigo, já que ficaria extremamente longo devido às infinitas situações que já me relataram.

Então, me conte você, seus causos com o morador do 401.  Envie sua história e, quem sabe, na parte 2 desse artigo, seu causo estará aqui também, arrancando espantos e gargalhadas.


Auditoria preventiva: o que é isso?14, fevereiro 2024

Auditoria preventiva: o que é isso?

ESCRITO POR: Sergio Paulo da Silva Sócio da Indep Auditores Independentes, perito contábil, auditor contábil CNAI e membro da Comissão de Contabilidade Condominial […]

Leia mais
Telhados verdes e jardins sobre lajes15, janeiro 2024

Telhados verdes e jardins sobre lajes

ESCRITO POR: André Cenak Administrador de empresas e especialista em jardins verticais e horizontais, telhados verdes, hortas e projetos de paisagismo, CEO Jardim […]

Leia mais
A participação na Assembleia de Prestação de Contas5, janeiro 2024

A participação na Assembleia de Prestação de Contas

ESCRITO POR: Sergio Paulo da Silva Sócio da Indep Auditores Independentes, perito contábil, auditor contábil CNAI e membro da Comissão de Contabilidade Condominial […]

Leia mais