Como manter os condomínios mais seguros

03 jul | 2 minutos de leitura

ESCRITO POR: José Elias de Godoy
Tenente-coronel da PMESP, especialista em segurança na área condominial e autor de livros sobre o tema


Com a modernização e a crescente urbanização, principalmente na região de Juiz de Fora – MG, os condomínios tornaram-se a melhor forma de se organizar espaços para se viver harmonicamente em comunidade, sendo que um dos principais objetivos das pessoas, ao optarem morar em edifícios residenciais ou condomínios de casas, é justamente a sua proteção e a de sua família. Mas para que isto realmente ocorra faz-se necessário a adoção de algumas medidas preventivas para que haja uma maior efetividade da segurança em condomínios. Para tanto abordaremos, a seguir, algumas dicas de segurança dirigidas a síndicos, condôminos e funcionários de condomínios:

  • nas Assembleias, manter sempre em pauta, o tema segurança para que possa ser discutido por todos condôminos;
  • obedecer e seguir as normas e procedimentos sobre segurança decididos e acordados em Assembleia;
  • trazer informações e sugestões para a melhoria do sistema de proteção do condomínio;
  • solicitar ficha de Antecedentes Criminais e confirmar documentos e referências de todos funcionários, inclusive os domésticos;
  • encaminhar os funcionários para treinamentos em Segurança através de cursos específicos, mantendo-os atualizados e reciclados;
  • manter equipamentos de Segurança e de comunicação sempre em bom estado de conservação e funcionamento;
  • pessoas estranhas ao condomínio deverão ser recepcionadas na parte externa do prédio, devendo aguardar a liberação do morador para adentrar ao edifício;
  • ao entrar ou sair do prédio verifique se não há pessoas em atitudes suspeitas rondando o edifício;
  •  evite comentar sobre seus bens ou mesmo detalhes de sua vida pessoal com estranhos ou mesmo funcionários;
  • compreenda e elogie as ações preventivas tomadas pelos funcionários, mesmo quando estas representarem algum pequeno transtorno para si ou suas visitas;
  • instalar olho mágico de 180° ou digital bem como fechaduras quádruplas ou mesmo eletrônicas nas portas externas a fim de dificultar que seja arrombada;
  • instalar sistemas de alarme bem como de câmeras no interior da residência ligados a uma central de monitoramento com dispositivos sonoros, a fim de se prevenir invasões;
  • qualquer movimentação suspeita ou mesmo situações emergenciais no condomínio ou seu entorno, acione a Polícia Militar pelo telefone 190.
    Estas e muitas outras medidas preventivas farão com que os riscos sejam minimizados e a proteção de seu condomínio seja aumentada.


Conteúdo Repostado | Alteração de fachada17, maio 2022

Conteúdo Repostado | Alteração de fachada

ESCRITO POR: José Maria Consultor de empresas voltado para área de Recursos Humanos e Consultor na área de Administração de Condomínios O […]

Leia mais
Locação por temporada em condomínios e a vigência da MP 1.108/202223, abril 2022

Locação por temporada em condomínios e a vigência da MP 1.108/2022

ESCRITO POR: Cristiano Oliveira Advogado condominial, membro do Grupo de Excelência em Administração de Condomínios – GEAC do CRA/SP As locações por […]

Leia mais
IPTU, IPVA, escola, taxa de condomínio: como planejar os gastos de início de ano?25, fevereiro 2022

IPTU, IPVA, escola, taxa de condomínio: como planejar os gastos de início de ano?

ESCRITO POR: Cristiano Magri Graduado em Administração e pós-graduado em Finanças, Auditoria e Controladoria na FGV, sócio-diretor da Ativa Cobrança Início de ano […]

Leia mais