O Síndico precisa se cercar de profissionais habilitados

30 jun | 4 minutos de leitura

ESCRITO POR: Sergio Paulo da Silva
Sócio da Indep Auditores Independentes, perito contábil, auditor contábil CNAI e membro da Comissão de Contabilidade Condominial do CRC/RJ


Ser um gestor generalista é claramente uma vantagem para um síndico, mesmo que ainda não seja uma exigência ou requisito obrigatório. O papel do síndico é gerir o condomínio e garantir o seu bom funcionamento, e para isso é necessário ter habilidades de liderança, comunicação, organização, entre outras.

No entanto, um síndico que tenha conhecimento e experiência em diferentes áreas de gestão, como finanças, recursos humanos, manutenção, etc, pode ser capaz de tomar decisões mais embasadas e abrangentes. Além disso, a visão integrada de um gestor generalista pode ajudar o síndico a identificar oportunidades de melhorias e a promover a colaboração entre diferentes áreas do condomínio.

Um gestor generalista é aquele que possui uma visão mais ampla da organização e é capaz de gerir diferentes áreas e processos, em vez de se especializar em uma única função ou departamento.

Algumas vantagens de ter um gestor generalista incluem:

Visão integrada: um gestor generalista é capaz de ver a organização como um todo, o que permite a identificação de oportunidades de melhoria e de sinergias entre diferentes áreas e processos.

Flexibilidade: um gestor generalista é mais flexível e adaptável a mudanças na organização, já que tem conhecimento em diversas áreas e é capaz de assumir diferentes funções e responsabilidades.

Capacidade de liderança: um gestor generalista é capaz de liderar equipes multidisciplinares e de diferentes áreas, pois tem conhecimento suficiente para entender as necessidades e desafios de cada uma delas.

Compreensão de diferentes perspectivas: um gestor generalista é capaz de compreender diferentes perspectivas e pontos de vista, o que pode levar a decisões mais bem informadas e abrangentes.

Identificação de problemas: um gestor generalista é capaz de identificar problemas em diferentes áreas e processos, o que pode levar a soluções mais eficientes e eficazes.

Redução de custos: um gestor generalista pode ajudar a reduzir custos, já que é capaz de identificar sinergias entre diferentes áreas e processos, e de tomar decisões mais eficientes e rentáveis.

Maior colaboração: um gestor generalista é capaz de fomentar a colaboração entre diferentes áreas e equipes, já que entende as necessidades e desafios de cada uma delas.

O plano de gestão ideal é aquele em que o síndico generalista se beneficia da presença de especialistas em sua equipe ou da consultoria especializada em áreas específicas, pois isso o ajudará a complementar suas habilidades e conhecimentos, considerando que, embora um gestor generalista possa ter uma visão mais ampla e integrada da organização, é natural que ele não possua conhecimentos aprofundados em todas as áreas, o que pode prejudicar a tomada de decisões em algumas situações. Por isso, é importante que o gestor generalista reconheça suas limitações e se cerque de especialistas que possam fornecer insights e soluções mais detalhadas e específicas em determinados assuntos.

Além disso, a presença de especialistas em uma equipe pode ajudar a aumentar a eficiência e a qualidade das operações, permitindo que o gestor generalista possa se concentrar em questões mais amplas e estratégicas.

Existem vários especialistas que podem auxiliar um síndico generalista em diferentes áreas de gestão. Aqui estão alguns exemplos:

Advogado: pode ajudar o síndico em questões legais relacionadas ao condomínio, como elaboração e revisão de contratos, análise de documentação, entre outros.

Contador Auditor: pode auxiliar o síndico na gestão financeira do condomínio, como elaboração de balanços patrimoniais, demonstrações de resultados, entre outros.

Engenheiro Civil: pode auxiliar o síndico na gestão de obras e manutenções do condomínio, como reformas, inspeção predial, análise de estruturas, entre outros.

Arquiteto: pode auxiliar o síndico na gestão de projetos e obras de arquitetura no condomínio, como reformas, construções, paisagismo, entre outros.

Administrador de Condomínios: pode auxiliar o síndico na gestão administrativa do condomínio, como elaboração de atas, convocações, contratos, entre outros.

Segurança do Trabalho: pode auxiliar o síndico na gestão da segurança do condomínio, como elaboração de planos de segurança, treinamento de funcionários, inspeções de segurança, entre outros.

Recursos Humanos: pode auxiliar o síndico na gestão de recursos humanos no condomínio, como contratação de funcionários, gestão de conflitos, treinamentos, entre outros.

Comunicação e Marketing: pode auxiliar o síndico na gestão da comunicação do condomínio, como elaboração de materiais de comunicação, gestão de redes sociais, eventos, entre outros.

Consultoria de Seguros: pode auxiliar o síndico na gestão do seguro obrigatório.

Gestor Ambiental: pode auxiliar o síndico na gestão ambiental do condomínio, como gestão de resíduos, energia e água, entre outros.

Portanto, embora o gestor generalista seja um diferencial para uma organização, é importante que ele esteja aberto a trabalhar com especialistas em sua equipe e a buscar consultoria especializada para que se concentre na visão global.

Além disso, nunca é demais lembrar que o Síndico, ao assumir a gestão, assume da mesma forma responsabilidades cíveis e criminais, e, ao se cercar de profissionais aptos a administrar tarefas específicas, também diminui riscos contingenciais.


Auditoria preventiva: o que é isso?14, fevereiro 2024

Auditoria preventiva: o que é isso?

ESCRITO POR: Sergio Paulo da Silva Sócio da Indep Auditores Independentes, perito contábil, auditor contábil CNAI e membro da Comissão de Contabilidade Condominial […]

Leia mais
Telhados verdes e jardins sobre lajes15, janeiro 2024

Telhados verdes e jardins sobre lajes

ESCRITO POR: André Cenak Administrador de empresas e especialista em jardins verticais e horizontais, telhados verdes, hortas e projetos de paisagismo, CEO Jardim […]

Leia mais
A participação na Assembleia de Prestação de Contas5, janeiro 2024

A participação na Assembleia de Prestação de Contas

ESCRITO POR: Sergio Paulo da Silva Sócio da Indep Auditores Independentes, perito contábil, auditor contábil CNAI e membro da Comissão de Contabilidade Condominial […]

Leia mais