Entrevista especial: 7º Dia do Síndico

09 nov | 3 minutos de leitura
Cristiano de Souza retorna a Juiz de Fora para palestrar sobre temas polêmicos
Cristiano de Souza

O renomado advogado e consultor jurídico condominial Cristiano de Souza (SP) virá a Juiz de Fora  para ministrar palestra magna no 7º Dia do Síndico. Na oportunidade, ele poderá esclarecer as dúvidas dos participantes e discutir sobre a inadimplência à luz do novo código de Processo Civil. Esse e outros tópicos farão parte da sua palestra “Inadimplência e outros temas polêmicos – uma visão prática de gestão”. Esta é a sua segunda participação no evento, e ele conta que, além de apreciar a receptividade do público, mantém contatos na cidade com muitas pessoas, até hoje.

Que bom ter sua presença novamente no Dia do Síndico! Em 2014, tivemos a casa cheia com sua palestra sobre Métodos Adequados de Solução de Conflitos. O que achou do evento do ano passado?

A região da Zona da Mata Mineira é muito acolhedora, o público de Juiz de Fora foi um dos mais participativos que tive em 2014, mantendo contatos com muitos, até hoje.

Qual foi sua impressão sobre Juiz de Fora e quais suas expectativas no retorno à cidade?

Uma cidade em franca expansão. Minha expectativa é de, novamente, trazendo um assunto polêmico, receber muito mais do que transmitir, criando no evento um ambiente propício ao conhecimento técnico do setor condominial.

Na sua opinião, qual a importância de eventos como o Dia do Síndico?

Nada melhor do que se capacitar, trocando informações e ampliando sua rede de conhecimento e contatos. Este é o verdadeiro motivo destes eventos que são realizados em várias partes do país.

Qual será a abordagem do tema da sua palestra para os nossos síndicos?

O tema deste ano será “Inadimplência e outros temas – uma visão prática de gestão”. Um dos pontos principais será obviamente a inadimplência e como os condomínios vão ser impactados com a entrada em vigor, a partir de março de 2015, do novo código de Processo Civil, quais as precauções que devem tomar e quais as expectativas. Outro assunto é a entrada em vigor da Lei de Mediação (a partir de dezembro de 2015) e da Emenda 1 na NBR de Obras.

Estamos vivendo um período de recessão econômica. Como a crise pode afetar a vida do condomínio?

Temos que entender que no condomínio não existe uma obrigação de pagar. Existe uma obrigação de ratear despesas para manutenção do condomínio, ou seja, da minha propriedade e segurança da habitação. Se entendermos este ponto de partida, o restante é administrar e enfrentar. Porém, algumas vezes, temos que ter em mente, para um enfrentamento a longo prazo, de que temos que investir primeiro.

Adiantando sobre o tema principal da palestra – a inadimplência – o que o senhor recomenda para solucionar este problema à luz da legislação?

Transparência e fazer as pessoas entenderem o que expus acima.

Além da inadimplência, a má convivência e o desrespeito às regras do condomínio podem se tornar um grande problema. O que você recomenda para contornar os conflitos?

Para lidar com condôminos difíceis e outros impasses é preciso diálogo e paciência. Mas se a questão for insuportável, planejar com uma gestão de conflitos e crise por meio de um profissional habilitado pode ser uma solução.

Animais em condomínio ainda é motivo de muita discussão. Como obter equilíbrio neste tipo de situação?

Este e outros vários problemas são comportamentais. A posse responsável do animal é muito importante. Saber as limitações que o animal possui, as condições não propícias à vida em apartamentos para alguns, deve sempre ser trazida à tona, seja pelo bom senso, por campanhas educativas, por conscientização coletiva.

Agora vamos falar do seu livro “Sou Síndico. E Agora?” No ano passado, ele esgotou no evento. Fale um pouco mais sobre o seu conteúdo e se o livro poderá ser adquirido pelos participantes do 7º Dia do Síndico.

Estaremos vendendo novamente nosso livro. Ele traz, em 11 lições, uma reflexão, artigo por artigo, em linguagem para síndicos, o que o Código Civil traz sobre condomínios.

O que os síndicos vão perder se não forem acompanhar sua palestra?

Uma oportunidade de trocar conhecimentos, passar experiências e conhecer uma visão prática da aplicação da lei.

FONTE: Revista O Síndico – Edição 11


Zona Norte de Juiz de Fora ganha uma administradora10, maio 2022

Zona Norte de Juiz de Fora ganha uma administradora

Assessoria Condominial Moinho volta seu foco para região em expansão Uma empresa criada com o objetivo de proporcionar atendimento personalizado e de […]

Leia mais
CRA-MG cria Grupo Temático de gestão de condomínios3, maio 2022

CRA-MG cria Grupo Temático de gestão de condomínios

Na última edição de “O Síndico em Revista”, você ficou sabendo sobre o importante papel exercido pela Conselho Regional de Administração de […]

Leia mais
Governo federal sanciona lei que permite assembleias virtuais nos condomínios28, abril 2022

Governo federal sanciona lei que permite assembleias virtuais nos condomínios

A Lei n° 14.309/22 ainda estabelece a possibilidade de ser instaurada sessão permanente A pandemia acelerou o uso da tecnologia em diversos […]

Leia mais