O que acontece se não pagar o condomínio?

13 abr | 2 minutos de leitura
Com o novo Código de Processo Civil (2015), as consequências ficaram ainda mais graves

A taxa condominial serve para pagar as despesas recorrentes, mas tal importância não convence todos os condôminos. Alguns, inclusive, não realizam o pagamento em dia, mas o que acontece se não pagar o condomínio? Com o novo Código de Processo Civil (2015), as consequências ficaram ainda mais graves.

Ficar inadimplente com o condomínio não é algo interessante. Antes do novo CPC, o condomínio demorava bastante para reaver esses valores, inclusive judicialmente. E agora? O que acontece se não pagar o condomínio?

Abaixo, listamos algumas situações certas em caso de inadimplência. Isso porque há discussões sobre outros pontos para os quais não há consenso. É o caso do impedimento de utilizar as áreas de lazer comuns.

Além disso, a convenção condominial traz muitas regras a respeito da inadimplência. Então é importante consultá-la para saber as normas aplicáveis ao caso. Tenha em mente, porém, que ela não pode contrariar nenhuma lei.

Pagamento de multa e juros

A primeira consequência é o pagamento de juros e multa. De acordo com o Código Civil:

O condômino que não pagar a sua contribuição ficará sujeito aos juros moratórios convencionados ou, não sendo previstos, os de um por cento ao mês e multa de até dois por cento sobre o débito. Art. 1.336. § 1º

Impedimento de votar em assembleia

De acordo com o Código Civil (art. 1.335, inciso III), é direito do condômino “votar nas deliberações da assembleia e delas participar, estando quite”. Mas o que acontece se não pagar o condomínio?

O condômino só pode votar na assembleia se estiver com suas obrigações em dia (“estando quite”). Ou seja, independentemente do assunto a ser tratado na reunião, ele não terá direito ao voto.

Nome sujo

Outra consequência presente em alguns estados, como Rio de Janeiro e São Paulo, é a negativação do nome junto aos órgãos de proteção ao crédito. Você sabe o que acontece se não pagar o condomínio e ficar com o nome sujo? A pessoa terá dificuldades de fazer qualquer contratação financeira, como assumir pegar um financiamento, parcelar novas compras e outras consequências.

Penhora de conta corrente e bens

De acordo com o novo CPC, a dívida condominial pode ser cobrada de forma bem rápida.

Após o início do procedimento, o condômino inadimplente recebe uma notificação de cobrança pelos Correios. Do recebimento, ele terá até três dias úteis para quitar o débito. Caso isso não aconteça, a Justiça pode determinar a penhora da conta corrente e de outros bens.

Isso pode provocar a perda do carro ou do próprio imóvel, mesmo que seja o único bem da família.

Agora você já sabe o que acontece se não pagar o condomínio. O síndico ou a administradora deve estar sempre atento à situação da inadimplência, pois atrapalha bastante a saúde financeira da coletividade.

Por outro lado, o condômino deve cumprir sua obrigação e, diante das dificuldades de pagamento, procurar o síndico para resolver a situação o quanto antes.

FONTE: Tudo Condo


Cresce adesão à energia solar por assinatura em Juiz de Fora19, julho 2024

Cresce adesão à energia solar por assinatura em Juiz de Fora

Por sustentabilidade, entendemos, a forma de suprir as necessidades do presente sem afetar as gerações futuras. O desenvolvimento sustentável busca maneiras de […]

Leia mais
Condomínios Clube – A Importância do Controle Patrimonial14, julho 2024

Condomínios Clube – A Importância do Controle Patrimonial

  ESCRITO POR: Sergio Paulo da Silva Sócio da Indep Auditores Independentes, perito contábil, auditor contábil CNAI e membro da Comissão de […]

Leia mais
Advogada de JF é membro da Comissão Nacional de Direito Condominial da ABA11, julho 2024

Advogada de JF é membro da Comissão Nacional de Direito Condominial da ABA

Silayne Viccini soma mais de duas décadas no ramo condominial e está à frente da Lázuli Condomínios e Síndicos Somando mais de […]

Leia mais