Uso de Inteligência Artificial é tendência em condomínios

09 ago | 4 minutos de leitura
Além de trazer mais segurança, conectividade, automatização e praticidade, os Condomínios Inteligentes também podem valorizar o empreendimento

O uso da Inteligência Artificial está cada vez mais comum em condomínios que buscam soluções inteligentes para o dia a dia do ambiente. Além de trazer mais segurança, conectividade, automatização e praticidade, os Condomínios Inteligentes também podem valorizar o empreendimento.

O uso de Inteligência Artificial (IA) cresce e está cada vez mais presente em soluções tecnológicas de segurança, como nas usadas pelos condomínios mais modernos.

De acordo com as informações divulgadas pela Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), o Fórum Econômico Mundial projeta que o PIB mundial terá um aumento de 14% em 2030, resultado de uma maior utilização de IA nas indústrias e em soluções cotidianas.

Ainda segundo o portal da FEBRABAN, o aumento é equivalente a US$ 15,7 trilhões e essa estimativa se fundamenta no crescimento e democratização dos níveis de processamento computacional, que vem ganhando mais velocidade e acessibilidade.

Tais números podem ser uma indicação da presença cada vez mais forte e expansionista da IA em diversos setores, como na segurança condominial.

Segurança precisa ser prioridade para a gestão condominial

O cenário de invasões e violência cometidas a condomínios é um fator muito preocupante, afinal, somente no estado de São Paulo foram registradas, de janeiro a junho de 2022, 2.494 ocorrências (dados disponíveis no  Sistema de Informações Criminais – Infocrim).

Dessa maneira, investir em soluções inteligentes pode ser uma maneira de prevenir os riscos de ter um sistema ineficiente, obsoleto, e que funciona com tecnologia ultrapassada.

Luiz Gustavo de Oliveira, Engenheiro civil, especialista em gestão de projetos e Head de Engenharia e Operações da Loomy Smart Solutions afirma que o síndico é o principal agente de um condomínio que busca soluções para melhoria do convívio geral do empreendimento e para trazer mais segurança para os moradores, funcionários e prestadores de serviço.

Nesse cenário, o conceito de Condomínio Inteligente, que utiliza um sistema integrado de soluções tecnológicas a partir de IA, aparece como uma alternativa para trazer mais segurança, praticidade, automatização e conectividade para o cotidiano do condomínio.

Como a IA ajuda na segurança do condomínio?

“Uma das vantagens do uso de inteligência artificial em empreendimentos residenciais é que ela reduz a possibilidade de falha humana nos processos, além de executar tarefas complexas e repetitivas”, diz Luiz.

Luiz Gustavo pontua ainda que uma das melhores soluções do Condomínio Inteligente é monitorar e proteger o perímetro do condomínio, principalmente se ele for muito longo. Assim, é possível impedir que aconteça uma invasão com consequências mais graves.

Os sistemas tradicionais de segurança de Circuito Fechado de Televisão (CFTV), usado há mais de 50 anos em empreendimentos, hoje, já não consegue acompanhar as inovações tecnológicas, se tornando cada vez menos eficiente.

Com esses sistemas, por exemplo, o síndico, a administração e o time de segurança só conseguem acessar as câmeras no próprio condomínio, na sala de monitoramento. Para recuperar a imagem, também é necessário que o sistema seja acessado in loco.

“Com o videomonitoramento inteligente, a gente pode adotar, por exemplo, a detecção do cruzamento de linha, o cross line detection, que basicamente desenha uma linha virtual e, se um indivíduo cruzar essa linha, gera um alarme. Também tem o intrusion detection, que é a presença de uma área desenhada virtualmente e se se a pessoa ficou dentro dessa área, gera um alarme também”, aponta Luiz.

Ou seja, é um sistema que possibilita um tempo maior de ação contra possíveis transgressões. A partir desse monitoramento, os alarmes são gerados e entra em cena a equipe de segurança ostensiva e preventiva, a fim de evitar que furtos, roubos ou violências contra o condomínio e seus moradores aconteçam.

Esse tipo de vigilância é possível graças a um sistema de Inteligência Artificial que usa o deep learning, em outras palavras, a capacidade de aprendizagem contínua. Assim, o sistema aprende a rotina do ambiente e consegue detectar quando há algo de destoante, como um objeto esquecido por algum morador ou mesmo um objeto que foi subtraído daquele ambiente, gerando, também, um alarme de possível furto.

A IA também permite que o controle de acesso aconteça de maneira autônoma, permitindo que o morador seja a figura principal na gestão desse acesso. E tudo de forma integrada a partir de um aplicativo com um software de gestão desse acesso, um sistema de videomonitoramento capaz de atuar de maneira preventiva contra qualquer tipo de perigo que exista no condomínio e câmeras de circulação interna que conseguem dar o melhor tipo de imagem e verificação de tudo o que está acontecendo.

Outro ponto importante diz respeito à confiabilidade do controle de acesso, uma vez que, com a IA, é possível realizar a identificação facial, evitando que uma pessoa se passe por outra. Além disso, não há necessidade de tocar no aparelho, sendo também uma medida sanitária de proteção contra o COVID-19 e outras infecções.

Ao implementar o Condomínio Inteligente no empreendimento, é possível trazer segurança para os moradores e para as pessoas que participam daquele ambiente (funcionários, prestadores de serviço, visitantes, etc.). Mas Luiz Gustavo também destaca a valorização natural do empreendimento.

FONTE: Terra


Confira a 57ª edição da revista O Síndico26, maio 2024

Confira a 57ª edição da revista O Síndico

  A primeira revista O Síndico do ano de 2024, edição especial, que circula no período de Janeiro a Maio, acaba de […]

Leia mais
Confira a galeria de fotos da Jornada Condominial em Juiz de Fora8, março 2024

Confira a galeria de fotos da Jornada Condominial em Juiz de Fora

Juiz de Fora foi escolhida para sediar o primeiro evento da Jornada Condominial 2024 do Group Porter. Tendo como proposta oferecer a […]

Leia mais
Dengue: veja quais os sintomas da doença, cuidados e como evitar5, março 2024

Dengue: veja quais os sintomas da doença, cuidados e como evitar

O Brasil vive uma explosão de casos de dengue neste começo de 2024. Até 30 de janeiro, o Ministério da Saúde registrou 217.481 casos. […]

Leia mais