7 dicas de segurança em condomínios no Carnaval

26 fev | 2 minutos de leitura
A segurança em condomínios no carnaval precisar ser redobrada

O carnaval é uma época marcada pelas festas em ruas e desfiles de escola de samba. Com isso, juntamos 7 dicas de segurança em condomínios no carnaval já que muitas famílias aproveitam o feriadão para viajar, outros recebem amigos e familiares e muitos evitam as comemorações preferindo descansar nos dias de folga.

Desta forma, a segurança em condomínios no carnaval precisar ser redobrada, já que há um aumento de fluxo de pessoas nas entradas e saídas e podem oferecer riscos de furtos e assaltos.

Para moradores

1) Evite deixar chaves na portaria: a princípio, a entrega de chaves de apartamento ou de carro na portaria devem ser evitadas, pois podem parar nas mãos de pessoas indesejáveis. Se precisar de alguém para alimentar animais de estimação e/ou regar plantas, peça para algum vizinho de confiança.

2) Desligamento geral no quadro de força: outra dica é desligar a chave geral no quadro de força ao viajar, evitando vazamentos de gás ou d’agua.

3) Procure não comentar sobre viagens: se for viajar e passar muitos dias fora, evite comentar com muitas pessoas. Procure informar apenas para pessoas de confiança, caso seja necessário.

4) Verifique portas e janelas: Embora essa ação seja simples, muitas vezes passa despercebida. Portanto, é sempre importante reforçar a importância de verificar se portas e janelas estão devidamente trancadas, evitando intrusões.

5) Contato de emergência: procure deixar um número de contato com alguma pessoa de confiança para que possam entrar em contato em situações de emergências.

Para síndicos

6) Sistema de segurança: em épocas festivas, o ideal é reforçar o sistema de segurança para evitar situações emergenciais e, se for esse o caso, contar com um suporte 24 horas da Central de Monitoramento GSC.

Com o fluxo de pessoas, a contratação de um bom sistema de controle de acesso é recomendada para gerenciar a entrada e saída de indivíduos dentro do condomínio, além de precisar de mais câmeras de vigilância eletrônica em todos os pontos estratégicos para uma visualização remota em tempo real.

Também é importante a presença de um alarme de intrusão monitorado perimetral, com sensores instalados no perímetro do condomínio com objetivo alertar a presença de intrusos no local. O sinal é enviado para a Central de Monitoramento 24 horas da GSC de imediato.

7) Hospedes temporários: algumas pessoas alugam seus apartamentos em datas festivas e outras recebem pessoas, de ambas formas, os hóspedes temporários precisam ser devidamente identificados para registro, garantindo mais segurança no condomínio.

O reconhecimento facial otimiza esse processo, fazendo automaticamente o reconhecimento de quem é morador, quem é visita e quem é o hóspede temporário.

FONTE: GSC Segurança


Acontece em junho a primeira edição do Curso Locação de Imóveis Urbanos18, maio 2022

Acontece em junho a primeira edição do Curso Locação de Imóveis Urbanos

Já estão abertas as inscrições para a primeira edição do Curso Locações de Imóveis Urbanos O curso, que tem duração de doze […]

Leia mais
Riscos do envidraçamento de sacadas e varandas de condomínio16, maio 2022

Riscos do envidraçamento de sacadas e varandas de condomínio

Varandas ou sacadas valorizam inegavelmente os apartamentos, compõem um espaço externo agradável na própria unidade, possuem um custo menor para as construtoras […]

Leia mais
Conheça os tipos de quóruns no condomínio14, maio 2022

Conheça os tipos de quóruns no condomínio

O conceito de quórum costuma gerar dúvidas que devem ser esclarecidas, pois esse assunto traz inúmeros questionamentos e incertezas por parte dos […]

Leia mais